Menopausa: Mitos e Verdades! Veja os conselhos da Ginecologia!

Compartilhe!

“Menopausa é só depois dos 50 anos.” “Durante a Menopausa a mulher não pode engravidar.” Reposição hormonal é a única solução para amenizar os sintomas da Menopausa.” Climatério e Menopausa são a mesma coisa.” Hummm… e aí?

Essas são apenas algumas das afirmações mais comuns de se ouvir sobre a Menopausa. Será que você soube identificar o que é verdade e o que é mito, nisso tudo? Se você teve dúvida em uma ou mais dessas afirmações, acompanhe agora uma série de esclarecimentos sobre mitos e verdades da Menopausa!

Ao longo do texto vamos tirar muitas dúvidas a respeito do assunto e, mesmo se a sua dúvida não estiver contemplada aqui, você sempre tem a opção de nos enviar uma mensagem e fazer a sua pergunta, ok? Então, vamos lá. Acompanhe e boa leitura!

Menopausa – Mitos e Verdades

1. Ter uma vida com alimentação saudável, atividade física etc. repõe os hormônios na menopausa?

Esse é um mito. Entretanto, há vários benefícios, sim, em levar uma vida com hábitos mais saudáveis durante essa fase da vida da mulher. Apesar de não haver uma reposição hormonal natural com base na alimentação ou nas atividades físicas, acontece algo interessante…

Alguns alimentos, como a soja, por exemplo, possuem substâncias capazes de proporcionar efeitos similares aos dos hormônios perdidos. O mesmo ocorre com a atividade física, que proporciona a liberação de endorfina, melhorando o humor.

2. Existe uma dieta específica para a menopausa. Qual a melhor alimentação?

Outro mito. Não existe um tipo de dieta específico para o período, o que existe são recomendações de alimentos que podem proporcionar benefícios, no sentido de amenizar os sintomas da menopausa. Mas, nem todas as mulheres poderão se alimentar tendo como base uma lista rigorosa de alimentos e igual para qualquer uma.

É muito importante ter o acompanhamento médico e, se possível, de uma nutricionista. Após a realização de exames e análise do histórico da paciente, poderão ser indicados os melhores alimentos. O leite, por exemplo, é rico em cálcio e pode ser uma excelente opção para algumas mulheres. Porém, para outras, pode não ser indicado o consumo deste alimento e/ou de seus derivados.

3. Durante a Menopausa a mulher não pode engravidar?

Verdade, mas, em partes. De maneira natural, sim, a mulher para de ovular e não pode mais engravidar. Porém, ainda existe a possibilidade de a mulher engravidar através da técnica de reprodução assistida conhecida como Fertilização In Vitro. (link)

Com esta técnica, a mulher pode gerar os próprios filhos ou, ainda, ser a Barriga Solidária (link) de alguém, como para um filho, netos, irmãos etc.

4. Reposição Hormonal é a única forma de tratar a menopausa?

Mito. Esta é uma das técnicas, mas não é a única. Também é possível amenizar os sintomas dessa fase com outros procedimentos, por exemplo, o Laser Vaginal (link) no caso dos sintomas de atrofia vaginal, incontinência urinária etc.

Além disso, como vimos, hábitos saudáveis podem substituir os efeitos de alguns hormônios no corpo, ou, da falta deles. Tratamentos fitoterápicos também podem ser alternativas viáveis.

Mais do que isso, em muitos casos a reposição hormonal nem é indicada, não deve ser feita. Por exemplo, a mulher que tem ou teve câncer de mama, ou que apenas possui uma predisposição a esse problema. Pressão alta, obesidade e diabetes também contraindicam a reposição hormonal.

Contudo, em muitos casos, a reposição hormonal é uma alternativa excelente. Após a avaliação dos prós e contras do tratamento, quando médico e paciente decidem optar pela reposição, existem alguns tipos de terapia que podem ser feitas:

  • Administração local (vagina);
  • Administração oral;
  • Administração transdérmica (adesivos).

5. Menopausa é só depois dos 50 anos?

Mais um mito bem comum de se ouvir. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, a menopausa chega para cada mulher em uma idade diferente, sendo precedida pelo climatério, que abordaremos no próximo tópico e que pode durar por diferentes períodos de tempo.

Algumas mulheres podem chegar à menopausa com apenas 30 anos, é a chamada menopausa precoce. Não é comum, mas existe. E não há um padrão, mas, o mais comum é a partir dos 45 anos.

6. Climatério e Menopausa são a mesma coisa?

Mito também. O climatério é o período de transição que a mulher vai passar entre o seu período fértil e a menopausa (período infértil). São coisas diferentes e, inclusive, a mulher ainda pode engravidar de maneira natural durante o climatério, o que não ocorre após a menopausa.

A principal diferença notável é que a menopausa se configura após um ano de amenorreia, ou seja, completa ausência de menstruação. Já o climatério é caracterizado pela diminuição da regularidade de menstruação, mas que ainda ocorrem, esporadicamente.

7. A Menopausa engorda?

Verdade. É comprovado cientificamente que, durante a menopausa, a mulher tem mais facilidade em ganhar peso. Desde o climatério, com o início das baixas hormonais, o metabolismo da mulher começa a desacelerar naturalmente, favorecendo o ganho de peso.

Mudar os hábitos alimentares, caso não sejam ideais, é uma medida essencial!

8. A Menopausa causa insônia e problemas psicológicos como depressão ou ansiedade?

Verdade. O corpo da mulher passa por várias alterações que geram uma sobrecarga fisiológica, que pode resultar em fadiga física ou estafa mental, alterando o sono e favorecendo problemas psicológicos.

Esta sobrecarga, aliada à queda hormonal, pode aumentar o risco de outras doenças, inclusive. A osteoporose, doenças cardiovasculares, infarto, pressão alta, acidente vascular cerebral – AVC etc. Por isso, a mulher que chega à menopausa não pode abandonar os cuidados com a saúde, como informamos neste artigo:

Importância do Ginecologista para Mulheres (link)

9. O consumo do tabaco acelera a entrada na menopausa?

Verdade! Estudos científicos nos EUA, feitos pela revista Tobacco Control, comprovaram que mulheres que fumam podem chegar à menopausa até 18 meses (cerca de um ano e meio) mais cedo do que aquelas que não fumam.

Mais do que isso, mulheres expostas à fumaça por longos períodos de tempo, mesmo que não fumantes, também apresentaram aceleração.

Conclusão

Há 2 formas diferentes para passar pela menopausa com muita saúde e qualidade de vida: uma delas é a reposição hormonal e, se não for possível, outros tratamentos e hábitos podem ajudar.

A melhor recomendação, seja para quem faz o tratamento de reposição ou mesmo quem não o faz, é adotar hábitos saudáveis de alimentação e atividade física, sempre, além de cuidar muito bem da saúde mental. Tente manter uma vida social ativa, bem como a vida sexual.

O tratamento de reposição hormonal deve ser sempre discutido com o seu médico ou médica ginecologista. Se ainda lhe restou alguma dúvida que não foi respondida aqui hoje, entre em contato conosco.

Agende uma Consulta

Segunda a Sexta: 8h às 18h
Estacionamento com manobrista
(11) 3501-1917 – (11)3807-2836


Compartilhe!