Você está visualizando atualmente O que é o DIU e como ele funciona?

O que é o DIU e como ele funciona?

O que é o DIU? Essa pergunta é comum entre muitas mulheres que buscam métodos contraceptivos eficazes e duradouros. 

O Dispositivo Intrauterino (DIU) é um pequeno aparelho, geralmente em forma de T ou Y, que é inserido no útero para prevenir a gravidez. Sua eficácia e praticidade o tornaram uma escolha popular para controle de natalidade em todo o mundo.

Existem dois tipos principais de DIU: o de cobre e o hormonal. O DIU de cobre, livre de hormônios, libera íons de cobre que são tóxicos para os espermatozoides, impedindo a fertilização. 

Já os DIUs hormonais liberam progestina, um hormônio que espessa o muco cervical, dificultando a passagem dos espermatozoides e, em alguns casos, suprimindo a ovulação.

A escolha do DIU ideal varia para cada mulher, dependendo de seu histórico médico, preferências pessoais e recomendações de saúde. Ambos os tipos oferecem proteção contraceptiva de longa duração, variando de 3 a 10 anos, dependendo do modelo. Essa longevidade torna o DIU uma opção econômica e conveniente para muitas mulheres.

Como funciona o DIU?

O funcionamento do DIU é um tema que gera curiosidade e, ao mesmo tempo, tranquiliza quem busca um método contraceptivo eficiente. Uma vez inserido no útero, o DIU atua como um método de barreira, prevenindo a fertilização dos óvulos pelos espermatozoides. Seu mecanismo de ação varia conforme o tipo de DIU escolhido.

Os DIUs de cobre produzem uma reação inflamatória local que é tóxica para os espermatozoides, impedindo que alcancem o óvulo. Por outro lado, os DIUs hormonais liberam uma dose constante de progestina, que não só impede a fertilização, mas também pode reduzir o sangramento menstrual e a dor associada à menstruação para muitas usuárias.

Esse método não interfere na rotina diária da mulher, sendo uma opção discreta e eficaz de contracepção. Além disso, a reversibilidade é uma vantagem significativa: a fertilidade é geralmente restaurada rapidamente após a remoção do DIU.

Como é colocado o DIU?

O processo de colocação do DIU é um procedimento simples, mas que deve ser realizado por um profissional qualificado. Inicialmente, é feito um exame pélvico para determinar o tamanho e a posição do útero. Em seguida, o DIU é inserido cuidadosamente no útero através de um aplicador especial.

Este procedimento, geralmente rápido, pode causar desconforto ou cólicas leves, mas muitas mulheres relatam pouco ou nenhum desconforto. É aconselhável discutir qualquer preocupação ou dúvida com seu médico, para garantir que o processo seja o mais confortável possível.

Após a inserção, é importante fazer um acompanhamento para assegurar que o DIU está na posição correta. Além disso, a mulher deve aprender a verificar periodicamente a presença dos fios do DIU, garantindo que o dispositivo permaneça no lugar.

Como saber se o DIU saiu do lugar?

O deslocamento do DIU é uma preocupação comum, mas rara. Saber identificar sinais de que o DIU possa ter se movido é essencial para a manutenção de sua eficácia. 

Os principais indicadores incluem a não detecção dos fios do DIU durante a autoverificação, dor abdominal ou cólicas intensas, e sangramento anormal ou dor durante a relação sexual.

Se algum desses sintomas for percebido, é crucial consultar um médico imediatamente. Um exame de ultrassom pode ser necessário para verificar a posição do DIU. 

As causas do deslocamento podem variar, incluindo a expulsão natural pelo corpo, inserção incorreta ou alterações no útero, como fibroses ou contrações intensas durante a menstruação.

Qual o melhor DIU?

A escolha entre o DIU de cobre e o DIU hormonal é uma decisão importante que depende das necessidades individuais de cada mulher. Vamos explorar detalhadamente os dois tipos de DIU, incluindo como cada um age em relação à contracepção.

DIU de Cobre (Não Hormonal)

O DIU de cobre, também conhecido como DIU TCu380A, é uma excelente opção para mulheres que desejam evitar a contracepção hormonal. Sua principal característica é a ausência de hormônios. Em vez disso, o DIU de cobre atua por meio da liberação gradual de íons de cobre na cavidade uterina.

O cobre é tóxico para os espermatozoides, tornando mais difícil sua sobrevivência e mobilidade. Isso impede que os espermatozoides alcancem o óvulo, dificultando a fertilização. Além disso, o cobre também afeta o revestimento uterino, tornando-o menos receptivo à implantação do óvulo fertilizado, caso a fertilização ocorra.

Uma das vantagens do DIU de cobre é sua durabilidade, que pode chegar a até 10 anos. Isso o torna uma opção econômica e de longo prazo para a contracepção.

DIU Hormonal

Os DIUs hormonais, por outro lado, liberam progestina, um hormônio sintético semelhante à progesterona natural. A progestina tem vários efeitos que contribuem para a contracepção:

  • Espessamento do Muco Cervical: A progestina torna o muco cervical mais espesso, dificultando a passagem dos espermatozoides pelo colo do útero. Isso reduz a probabilidade de fertilização.
  • Inibição da Ovulação: Em alguns casos, a progestina pode inibir a ovulação, impedindo a liberação mensal de óvulos. Isso adiciona uma camada extra de proteção contraceptiva.
  • Alteração do Revestimento Uterino: A progestina pode causar alterações no revestimento uterino, tornando-o menos receptivo à implantação do óvulo fertilizado.

Os DIUs hormonais têm a vantagem adicional de reduzir o sangramento menstrual, tornando-os uma escolha popular para mulheres que desejam aliviar sintomas menstruais, como cólicas intensas e fluxo intenso. Além disso, eles geralmente têm uma duração de proteção que varia de 3 a 5 anos, dependendo do modelo.

Leia também::: Métodos anticoncepcionais: o que são e quais são eles?

Escolha o melhor método contraceptivo

Em resumo, a escolha entre o DIU de cobre e o DIU hormonal depende das preferências pessoais, histórico médico e necessidades individuais. Ambos são altamente eficazes na contracepção, mas oferecem benefícios diferentes. 

Consultar um profissional de saúde é fundamental para tomar uma decisão informada e personalizada sobre qual tipo de DIU é o melhor para você. Lembre-se de que sua saúde e bem-estar são prioridades, e a orientação adequada garantirá que você faça a escolha certa em relação à contracepção.

Com a orientação adequada, você pode desfrutar de uma contracepção eficaz e tranquila, permitindo que você tenha controle sobre seu planejamento familiar. Agende uma consulta hoje mesmo clicando no botão abaixo e obtenha todas as informações necessárias para tomar uma decisão informada sobre o DIU e seu uso adequado.