Você está visualizando atualmente TPM: Ela merece sua atenção

TPM: Ela merece sua atenção

A tensão pré-menstrual (TPM) é um conjunto de sintomas físicos, emocionais e comportamentais que afetam muitas mulheres antes do início de seus ciclos menstruais. Embora seja uma condição comum, a TPM ainda é frequentemente subestimada ou mal compreendida.

Nesta matéria, iremos abordar a importância de dar atenção à TPM, explorando os sintomas, o impacto na qualidade de vida e as opções de tratamento disponíveis.

Entendendo a TPM

A TPM é um fenômeno que ocorre durante a fase lútea do ciclo menstrual, geralmente nos 7 a 14 dias antes da menstruação. Os sintomas variam de mulher para mulher e podem incluir irritabilidade, ansiedade, tristeza, sensibilidade mamária, inchaço abdominal, dores de cabeça, alterações no sono e desejos alimentares intensos.

Embora os sintomas da TPM sejam temporários e geralmente desapareçam com o início da menstruação, seu impacto pode ser significativo.

O impacto na qualidade de vida

A TPM não deve ser ignorada, pois seus sintomas podem afetar negativamente a qualidade de vida das mulheres. Além do desconforto físico, a TPM pode interferir nas relações interpessoais, no desempenho no trabalho ou nos estudos e no bem-estar emocional. O reconhecimento e o tratamento adequado da TPM são essenciais para garantir o bem-estar geral das mulheres.

Opções de tratamento

Existem várias abordagens para o tratamento da TPM, e a Dra. Tânia destaca que cada mulher é única, portanto, é importante personalizar o plano terapêutico.

Algumas opções de tratamento incluem:

Mudanças no estilo de vida

Adotar um estilo de vida saudável pode ajudar a reduzir os sintomas da TPM.

  • Uma alimentação equilibrada, rica em frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras, pode fornecer os nutrientes necessários para o equilíbrio hormonal.
  • A prática regular de exercícios físicos, como caminhadas, ioga ou natação, pode melhorar o humor e reduzir o estresse.
  • Técnicas de relaxamento, como meditação e respiração profunda, também podem ser benéficas.

Terapia medicamentosa

Em casos mais graves, quando os sintomas da TPM são intensos e interferem significativamente na vida diária, medicamentos podem ser prescritos.

  • Antidepressivos, como os inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS), podem ajudar a regular os neurotransmissores e melhorar os sintomas emocionais.
  • Anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno, podem aliviar dores de cabeça e cólicas menstruais.
  • Além disso, contraceptivos hormonais, como as pílulas anticoncepcionais, podem estabilizar os níveis hormonais e reduzir os sintomas.

Suplementos nutricionais

Alguns suplementos têm sido estudados como possíveis auxiliares no alívio dos sintomas da TPM.

  • O óleo de prímula, rico em ácido gama-linolênico, e o magnésio têm sido associados a benefícios no equilíbrio hormonal e no alívio dos sintomas emocionais e físicos.
  • No entanto, é importante destacar que a suplementação deve ser orientada por um profissional de saúde, pois cada caso é único e os efeitos podem variar.

Conclusão

A tensão pré-menstrual é uma condição comum que pode ter um impacto significativo na vida das mulheres. Reconhecer a importância da TPM e buscar tratamento adequado são passos essenciais para melhorar a qualidade de vida das mulheres que sofrem com essa condição.

Dra. Tania Gewehr

Médica, Ginecologista e Obstetra, com consultório na região do Morumbi, em São Paulo. É especialista em gestação de alto risco e também cuida da saúde ginecológica da mulher em todas as fases de sua vida, inclusive adolescentes. Realiza pré-natal, parto e pós-parto completos, realizando exames de ultrassom obstétricos no próprio consultório. Orienta mulheres na contracepção adequada, seja utilizando Diu ou implante hormonal.