Como é o exame de ultrassom das mamas e quando é necessário?

Compartilhe!

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o Inca, o câncer de mama é o segundo tipo da doença mais frequente nas brasileiras, ficando atrás apenas dos tumores de pele não-melanoma. Por isso, realizar exames preventivos é fundamental. Afinal de contas, quando antes o problema for detectado, maiores são as chances de cura.

Além da mamografia, o ultrassom das mamas também é uma excelente ferramenta de diagnóstico da doença. Para você entender um pouco mais sobre o assunto, preparamos um guia de perguntas e respostas sobre esse exame preventivo. Acompanhe!

O que é o ultrassom das mamas?

O ultrassom das mamas é um exame indolor cujo objetivo principal é analisar o tecido mamário. Para tanto, o procedimento é realizado com um aparelho que emite ondas sonoras conduzidas com a ajuda de um gel que é aplicado na região.

Ultrassom das mamas e mamografia são a mesma coisa?

Não. Na verdade, tratam-se de exames complementares. A mamografia é um exame realizado para prevenir e detectar o câncer de mama. Sua realização é feita em um aparelho especial, chamado de mamógrafo, que comprime o seio e utiliza fontes de raios-x para obter imagens radiográficas do tecido mamário.

Já o ultrassom das mamas tem como objetivo colher informações complementares sobre lesões e nódulos obtidas por meio da mamografia e é realizado em pacientes mais jovens, com menos de 40 anos, sem a necessidade de mamografia prévia. É importante deixar claro que um exame não descarta a necessidade do outro, já que eles atuam de maneira complementar na formação do diagnóstico.

Quem precisa fazer o ultrassom das mamas?

O ultrassom das mamas costuma ser solicitado quando o médico detectou alguma alteração na mamografia e precisa analisar o caso mais detalhadamente, identificando o tamanho e características da lesão.

No entanto, o pedido do ginecologista não deve ser encarado com preocupação excessiva, já que o exame também é indicado de maneira preventiva em mulheres de menos de 40 anos ou que estão grávidas e, por isso, não podem ser submetidas ao raio-x utilizado na mamografia.

Pacientes que possuem mamas muito densas ou próteses de silicone também costumam ser submetidas mais frequentemente ao ultrassom das mamas, já que essas características dificultam a análise da mamografia.

Qual é a frequência necessária para a realização do ultrassom das mamas?

Normalmente, o ultrassom das mamas é realizado anualmente em mulheres com até 40 anos.  Em alguns casos, como pacientes com histórico familiar ou pessoal de câncer nessa região, o exame pode ser realizado semestralmente, garantindo um acompanhamento mais detalhado.

É o ginecologista, no entanto, o profissional mais indicado para determinar a periodicidade dos exames preventivos. Por isso, é essencial que você faça consultas regulares com um médico de sua confiança para que ele possa solicitar os exames mais adequados para o seu caso.

Como você pode ver, realizar exames preventivos, como o ultrassom das mamas, é a melhor maneira de prevenir e diagnosticar precocemente o câncer de mama. Por isso, ainda que sua agenda esteja corrida, abra um espaço para cuidar de você. Sua saúde agradece!

Gostou de entender melhor o que é o ultrassom das mamas e quando ele é necessário? Se você tem alguma dúvida ou quer realizar seus exames preventivos, marque uma consulta agora mesmo!


Compartilhe!